Make your own free website on Tripod.com

Monte Sinai

 
37 - As Duas Leis

 

 

 

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS [Êxodo 20:3-17 (H)]

(1)- Não terás outros deuses diante de Mim.

(2)- Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima nos céus, nem em baixo da terra, nem nas águas debaixo da terra. Não as adorarás, nem lhes darás culto; porque Eu sou o SENHOR teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que Me aborrecem, e faço misericórdia até mil gerações daqueles que Me amam e guardam os Meus mandamentos.

(3)- Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão, porque o SENHOR não terá por inocente o que tomar o Seu nome em vão.

(4)- Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. Seis dias trabalharás, e farás toda a tua obra. Mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus; não farás nenhum trabalho, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem o teu servo, nem a tua serva, nem o teu animal, nem o forasteiro das tuas portas para dentro; porque em seis dias o SENHOR fez os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou; por isso o SENHOR abençoou o dia de sábado, e o santificou.

(5)- Honra a teu pai e a tua mãe, para que se prolonguem os teus dias na terra que o SENHOR teu Deus te dá.

(6)- Não matarás.

(7)- Não adulterarás.

(8)- Não furtarás.

(9)- Não dirás falso testemunho contra o teu próximo.

(10)- Não cobiçarás a casa do teu próximo. Não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma que pertença ao teu próximo.

 

A LEI CERIMONIAL

 - "Esta é a lei do holocausto, da oferta de manjares, da oferta pelo pecado, da oferta pela culpa, da consagração, e do sacrifício pacífico." Levítico 7:37 (J).

SACRIFÍCIO DIÁRIO - "Oferecerás... dois cordeiros de um ano, cada dia continuamente." Êxodo 29:38 (J). Ver também Números 28.3.

OFERTA QUEIMADA - "Queimarás... uma oferta queimada ao SENHOR." Êxodo 28:18 (H).

OFERTA DE MANJARES - "Oferta de manjares... de flor de farinha, azeite... incenso." Levítico 2:1 (J).

OFERTA DE LIBAÇÃO - "Oferecerás para a oferta de libação a metade de um him de vinho." Números 15:10 (H).

OFERTA PACÍFICA - "Sacrifício pacífico ao SENHOR." Levítico 3:6 (H).

OFERTA PARA EXPIAÇÃO DA CULPA - "Se uma alma comete uma transgressão... trará... um carneiro sem mancha." Levítico 5:15 (H).

OFERTA PARA EXPIAÇÃO DO PECADO - "Trará uma cordeira... e a degolará por expiação do pecado." Levítico 4:32, 33 (H).

OFERTA DA BEZERRA RUIVA - "Trará... uma bezerra ruiva (vermelha) sem defeito... e a tirará fora do arraial... e a degolará." Números 19:2-3 (H).

PÁSCOA E PÃO ASMO - "Tomai vós cordeiros para vossas famílias, e sacrificai a páscoa." Êxodo 12:21 (H).

- "sete dias comeras pães asrnos. Êxodo 34:18 (J).

FESTA DAS SEMANAS - "Trareis um molho das primícias da vossa sega ao sacerdote." Levítico 23:10 (H).

- "Guardarás a festa das semanas." Êxodo 34:22 (J).

FESTA DAS TROMBETAS - "Tereis um sábado, memorial dos sonidos de trombetas." Levítico 23:24 (H).

DIA DA EXPIAÇÃO - "Haverá um dia de expiação." Levítico 23:27 (H).

FESTA DOS TABERNÁCULOS - "Sete dias habitareis em tendas." Levítico 23:42 (H).

FESTA DO JUBILEU - "O ano qüinquagésimo vos será jubileu." Levítico 23:11 (H).

1. LOGO QUE tomamos conhecimento dos fatos reais a respeito do Messias, começamos a perguntar-nos acerca dos rituais judeus, conhecidos como a lei cerimonial. Esta inclui muitos dos dias santificados judeus, tais como o Rosh-ha-Shanah (Ano Novo), Yom Kippur (Dia da Expiação), e Pesach (Páscoa), e outros dias santificados e de jejum. Deus deu a Moisés duas leis: uma, a Lei dos Dez Mandamentos, que Ele mesmo escreveu sobre duas tábuas de pedra; a outra, a lei cerimonial, que consistia de ordenanças relativas a cerimônias, sacrifícios, e outros ritos e rituais que Ele ditou a Moisés e este escreveu essa lei num rolo, ou livro. Deuteronômio 31:24.

2. Consoante a Bíblia, a Lei dos Dez Mandamentos é eterna. Salmo 111:7-8. Esteve e sempre estará em vigor; mas a lei cerimonial, o código de ordenanças ou ritos judaicos dados por Deus a Moisés, só era compulsória para a nação judaica, até ao primeiro advento do Messias.

3. Em conseqüência da transgressão de Adão e Eva, no Jardim do Éden, o pecado sobreveio a todos os homens. Encontramo-nos, pois, vivendo num mundo de iniqüidade, por causa da transgressão de nossos primeiros pais. Romanos 5:12.

4. Pecado é a transgressão da lei de Deus, e o salário do pecado é a morte. Mas Deus e Seu Filho, em Sua amorosa bondade para com o homem, não queriam que perecêssemos eternamente. Por isso, Eles arquitetaram um plano para remir-nos do pecado. Este plano é chamado o concerto eterno.

5. A lei cerimonial apontava para a vinda do Messias, a fim de redimir o homem do pecado, oferecendo-Se a Si próprio à morte, como expiação de nossos pecados. Assim, nós que somos pecadores, não precisamos pagar a pena de morte pelo pecado, contanto que nos arrependamos e O aceitemos como nosso Messias, pois Ele nos redimiu com Sua morte, da culpa e pena da iniqüidade. Portanto, todos os que O aceitam como seu Salvador pessoal, não continuam nem sob a culpa, nem sob a pena do pecado. A lei cerimonial que apontava para a vinda do Messias, chegou a termo quando Ele pagou a pena de morte por nossos pecados. Conseqüentemente não é necessário que o homem cumpra o ritual da lei cerimonial, porque essa lei se tornou sem efeito quando o Messias veio, faz quase 2.000 anos. Porém, a Lei dos Dez mandamentos continua vigorando, e Ele convida todos os homens a obedecer aos seus preceitos. Eclesiastes 12:13.

6. Todas as nações têm suas leis, nacionais, estatuais, municipais e rurais. Além disso, as organizações religiosas têm  leis eclesiásticas, pelas quais são governadas suas congregações. Assim era também com o antigo Israel. Tiveram quatro séries de leis: primeiro, os Dez Mandamentos; segundo, a lei cerimonial ou ordenanças litúrgicas; terceiro, as leis civis; e quarto, as leis sanitárias. É de suma importância que estejamos bem informados a respeito das primeiras duas leis: a Lei dos Dez Mandamentos, e a lei cerimonial - pois com freqüência são confundidas.

Pergunta: Que é a Lei dos Dez Mandamentos?

Resposta: A Lei dos Dez mandamentos é o código de preceitos morais encontrados em Êxodo 20:3-14 (J). Ver página 2.

Pergunta: Que é a lei cerimonial?

Resposta: A lei cerimonial é o código de ordenanças relativas aos ritos religiosos.

7. Sobre os sacrifícios da lei cerimonial, lemos:

- "Esta é a lei da oferta queimada, da oferta de manjares, e da expiação do pecado, e da expiação da culpa, e da oferta das consagrações e do sacrifício pacífico." Levítico 7:37 (H). "Consistindo somente em manjares, e bebidas, e várias abluções, e justificações da carne, impostas até ao tempo de correção." Hebreus 9:10.

8. A lei dos Dez Mandamentos, que o próprio Deus enunciou do Monte Sinai, é a lei moral universal. Ela é obrigatória a todos os homens e está em vigor ainda hoje.

Entretanto, a lei cerimonial registrada por Moises vigorara somente até à vinda do Messias, porque Ele representava o final e completo sacrifício prefigurado por aquela lei. ver Daniel 9:24-27.

9. A lei dos Dez Mandamentos foi, em princípio, revelada ao homem quando da Criação, ao passo que a lei cerimonial de ritos, foi acrescentada em forma e princípio ritualísticos, logo depois do homem haver pecado. Foi dada em forma mais completa no Monte Sinai.

10. Isto se acha ilustrado nas primeiras páginas da Bíblia, com a história de Caim e Abel, apresentando ao Senhor seus sacrifícios, como expiação de seus pecados:

- "E aconteceu ao cabo de dias que Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor. E Abel também trouxe dos primogênitos das suas ovelhas e da sua gordura. E atentou o Senhor para Abel e para a sua oferta, mas para Caim e para a sua oferta não atentou. E irou-se Caim fortemente, e descaiu-lhe o seu semblante. E o Senhor disse a Caim: Por que te iraste? E por que descaiu o teu semblante? Se bem fizeres, não haverá aceitação para ti? E se não fizeres bem, o pecado jaz à porta, e para ti será o seu desejo, mas podes dominar sobre ele. E falou Caim com o seu irmão Abel; e sucedeu que, estamos eles no campo, se levantou Caim contra o seu irmão Abel, e o matou." Gênesis 4:3-8 (L).

Não é significativo que Deus aceitasse o sacrifício de Abel, o qual era um cordeiro, e que representava o Messias por vir? Mas a oferta de Caim não foi aceita, porque ele ofereceu os frutos da terra, oferta incruenta, e não sacrifício  de sangue, tal como um cordeiro ou bode.

11. Notemos estas palavras de Deus:

- "E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão." Hebreus 9:22. "Porquanto é o sangue que fará expiação pela alma." Levítico 17:11 (H).

12. Por causa da recusa de obedecer à lei sacrifical, como Deus a revelara a Adão, o sacrifício de Caim foi rejeitado. Ele irou-se e matou o irmão. Assim, a primeira morte a ocorrer no mundo resultou da desobediência de Caim ao deixar de cumprir as disposições da lei cerimonial.

13. Por aproximadamente 400 anos, o povo judeu esteve no cativeiro egípcio, e quase perderam de vista a Deus e Suas duas leis - A lei dos Dez Mandamentos e a lei cerimonial. Depois de Seu miraculoso livramento do Egito, o SENHOR reafirmou essas leis. Primeiro, Ele confirmou oralmente a lei dos Dez Mandamentos e escreveu-a em duas tábuas de pedra. Segundo, Ele ditou a Moisés a lei cerimonial, a qual este escreveu num livro ou rolo.

14. As leis sanitárias que Deus deu a Moisés, tratavam de alimentos puros e impuros, assim como de certas doenças. Embora não fizessem parte da lei cerimonial, algumas ordenanças cerimoniais vinculadas a ela serviam para ensinar lições espirituais. As leis sanitárias ampliam o mandamento que diz: "Não matarás." Este preceito pode ser violado comendo alimento prejudicial à saúde. Portanto, obedecendo a essas leis sanitárias, estaremos observando o mandamento de Deus que diz: "Não matarás."

Enquanto a lei dos Dez Mandamentos está ainda em vigor, a lei cerimonial, de acordo com a Bíblia, não mais vigora.

COMPARADAS AS LEIS MORAL E CERIMONIAL

15. Comparemos agora as duas leis, colocando a lei dos Dez Mandamentos na coluna da esquerda, e a lei cerimonial na coluna da direita.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS enunciada por Deus

- "Então o SENHOR vos falou do meio do fogo; a voz das palavras ouvistes, porém, além da voz, não vistes semelhança nenhuma. Então Ele vos anunciou o Seu concerto que vos prescreveu, os Dez Mandamentos, e os escreveu em duas tábuas de pedra." Deuteronômio 4:12-13 (H).

A LEI CERIMONIAL enunciada por Moisés

- "Falou mais o SENHOR a Moisés dizendo: Fala aos filhos de Israel, dizendo: Quem oferecer ao SENHOR o seu sacrifício pacífico, trará a sua oferta ao SENHOR do seu sacrifício pacífico.... Esta é a lei do holocausto, da oferta de manjares, e da expiação do pecado, e da expiação da culpa, e da oferta das consagrações, e do sacrifício pacífico, que o SENHOR ordenou a Moisés no Monte Sinai, no dia em que ordenou aos filhos de Israel que oferecessem as suas ofertas ao SENHOR no deserto de Sinai." Levítico 7:28, 29, 37, 38 (H).

16. Estas passagens declaram com ênfase que a lei dos Dez Mandamentos foi anunciada ao povo diretamente por Deus, e a lei cerimonial, conquanto procedesse dEle, foi anunciada ao povo diretamente por Moisés. Vejamos agora quem foi que escreveu cada uma dessas leis.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS escrita por Deus

- "E deu a Moisés, quando acabou de falar com ele no Monte Sinai, as, duas tábuas do testemunho, tábuas de pedra, escritas pelo dedo de Deus." Êxodo 31:18.

A LEI CERIMONIAL escrita por Moisés

- "E puseram de parte os holocaustos para os darem aos filhos do povo, segundo as divisões das casas paternas, para os oferecerem ao SENHOR, como está escrito no livro de Moisés." II Crônicas 35:12.

- "E aconteceu que, acabando Moisés de escrever as palavras desta lei num livro, até de todo as acabar...". Deuteronômio 31:24.

Estas passagens mostram que a lei dos Dez Mandamentos foi escrita por Deus com Seus próprios dedos, em duas tábuas de pedra. Tão sagrada era a Lei de Deus que nenhum homem teve qualquer parte em escrevê-la. Deus mesmo a escreveu. A lei cerimonial, no entanto, foi escrita por Moisés num livro, ou rolo, que era enrolado por ambas as extremidades.

17. Consultemos agora a Bíblia para saber onde foi colocada cada uma dessas leis.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS onde colocada

- "Depois porás na arca o testemunho que Eu te darei." Êxodo 25:16 (J).

- "E tomou o testemunho, e pô-lo na arca, e meteu os varais à arca, e pôs o propiciatório sobre a arca, em cima." Êxodo 40: 20 (H).

A LEI CERIMONIAL onde colocada

- "Deu ordem Moisés aos levitas que levavam a arca do concerto do SENHOR, dizendo: Tomai este livro da lei, e ponde-o ao lado da arca do concerto do Senhor vosso Deus." Deuteronômio 31:25, 26 (J).

Nestas passagens da Escritura vemos que a lei dos Dez Mandamentos foi colocada dentro da arca, a qual se achava no lugar santíssimo do Santuário; e que a lei cerimonial, ou lei dos rituais, foi colocada ao lado da arca. Assim, naturalmente, deduzimos que a lei cerimonial não deve ser considerada em pé de igualdade com a lei dos Dez Mandamentos. Foi por isso que Deus ordenou que a lei dos Dez Mandamentos fosse posta na arca, ao passo que a lei cerimonial foi posta ao lado da arca, indicando que se tratava de dois códigos de leis, separados e distintos.

18. Vejamos agora que espécie de lei é cada qual, de acordo com as Escrituras:

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Lei Perfeita

- "A lei cio Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices." Salmo 19:8 (F).

- "E assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom." Romanos 7:12.

A LEI CERIMONIAL Sombra dos Bens Futuros

- "Porque tendo alei á sombra dos bens futuros, e não a imagem exata das coisas, nunca, pelos mesmos sacrifícios que continuamente se oferecem cada ano, pode aperfeiçoar os que a eles se chegam." Hebreus 10:1.

De acordo com a Palavra de Deus, a lei dos Dez Mandamentos é perfeita, santa, justa e boa, ao passo que a lei cerimonial era simples sombra dos bens por vir, e se cumpriu no primeiro advento do Messias.

19. De acordo com as Escrituras, que espécie de leis eram?

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Lei Espiritual

- "Porque bem sabemos que a lei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado." Romanos 7:14.

A LEI CERIMONIAL Lei de Manjares e Bebidas

- "Consistindo somente em manjares, e bebidas, e várias abluções e justificações da carne, impostas até ao tempo da correção." Hebreus 9:10.

A lei dos Dez Mandamentos era uma lei espiritual, ao passo que a lei cerimonial era lei de comidas e bebidas, e ordenanças carnais impostas a Israel até ao tempo do primeiro advento do Messias.

20. Examinemos ainda mais as características de cada uma dessas leis.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Caráter da Lei

- "Os preceitos do Senhor são retos, e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e alumia os olhos." Salmo 19: 8 (F).

A LEI CERIMONIAL Caráter da Lei

"Pois a lei nenhuma coisa aperfeiçoou e desta sorte é introduzida uma melhor esperança, pela qual chegamos a Deus." Hebreus 7:19.

Vemos aqui que a lei dos Dez Mandamentos era em si mesma perfeita, confortando a alma. Mas a lei cerimonial nada aperfeiçoava; ao contrário, apontava para a esperança melhor ou perfeita - Aquele que devia vir - o Messias.

21. De acordo com a Bíblia, por quanto tempo deviam vigorar essas leis?

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Perpétua

- "As obras das Suas mãos são verdade e juízo; fiéis todos os Seus mandamentos. Permanecem firmes para todo o sempre; são feitos em verdade e retidão." Salmo 111:7-8 (H).

A LEI CERIMONIAL Não Perpétua (vide estudo: Os Estatutos de Moises).

- "E Ele firmará um concerto com muitos por uma semana [de anos]; e na metade da semana [de anos] fará cessar o sacrifício e a oferta de manjares." Daniel 9:27 (H). "Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz." Colossenses 2:14.

Assim Deus revelou que a lei dos Dez Mandamentos devia permanecer "firme para todo o sempre", mas a lei cerimonial devia ser apagada, abolida, quando Yeshua, o Messias, viesse para morrer em nosso lugar.

22. Notemos a atitude do Messias para com cada uma dessas leis.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS A Atitude do Messias

- "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir." Mateus 5:17.

A LEI CERIMONIAL A Atitude do Messias

- "Na Sua carne desfez a inimizade, isto é, a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças, para criar em Si mesmo, dos dois um novo homem, fazendo a paz." Efésios 2:15.

O Messias declarou com ênfase que não viera para "destruir a lei ou os profetas": Ele veio para "cumprir". Pensemos nestas palavras. O Messias era judeu e devemos lembramos de que o povo judeu muitas vezes se refere aos cinco livros de Moisés como "a lei", e ao restante da Bíblia como "Os Profetas" e "Os Santos Escritos". Quando o Messias disse: "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir." Mateus 5:17. Ele Se referia especificamente aos Dez Mandamentos e a Santa Bíblia. Em outras palavras, o Messias diz que Ele veio cumprir, o que quer dizer obedecer. Quando um oficial comandante no exército dá uma ordem, esta só é cumprida depois que o soldado obedeceu plenamente. Portanto, a palavra "cumprir" quer dizer obedecer plenamente. Quanto à atitude do Messias para com a lei cerimonial, que era a lei dos comandos que consistia em ordenanças, vemos que ela foi abolida em Sua carne, quando Ele morreu por nós. Toda a lei cerimonial apontava para o,Messias por vir, Aquele que haveria de sacrificar Sua vida; para redimir o homem caído.

23. Para provar mais ainda que a lei dos Dez Mandamentos e a lei cerimonial eram dois códigos de leis distintos e separados, poderíamos notar o testemunho de Paulo, apóstolo do Messias. Sabemos que a Bíblia não se contradiz, tampouco o fazem os profetas ou apóstolos. Portanto observemos o que Paulo escreve sobre esses dois códigos de lei.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Santa, Justa, Boa

- "Assim a lei é santa, e o mandamento santo, justo e bom." Romanos 7:12.

A LEI CERIMONIAL Contra Nós

- "Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz." Colossenses 2:14.

Paulo, ao passo que declara que os Dez Mandamentos são santos, justos e bons, acentua que a lei de ordenanças era contra nós, e que foi pregada à cruz.

24. Notemos que Paulo diz que uma lei foi estabelecida e a outra abolida.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Estabelecida

- "Anulamos, pois, a lei pela fé? De maneira nenhuma, antes estabelecemos a lei." Romanos 3:31.

A LEI CERIMONIAL Abolida

- "Na Sua carne desfez a inimizade isto é, a lei dos mandamentos que consistia em ordenanças, para criar em Si mesmo dos dois um novo homem, fazendo a paz." Efésios 2:15.

25. Na passagem seguinte, notemos que Paulo diz de uma lei que é um deleite, e da outra que é um jugo de servidão.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Deleite na Lei

- "Porque, segundo o homem interior, tenho prazer na lei de Deus." Romanos 7:22.

A LEI CERIMONIAL Jugo de Servidão

- "Estais, pois, firmes na liberdade com que Cristo [o Messias] nos libertou, e não torneis a meter-vos debaixo do jugo da servidão." Gálatas 5:1.

26. Agora vejamos como Paulo comparava as duas leis, dos pontos de vista espiritual e carnal.

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Espiritual

- "Porque bem sabemos que alei é espiritual; mas eu sou carnal, vendido sob o pecado." Romanos 7:14.

A LEI CERIMONIAL Carnal

- "Que não foi feito segundo a lei do mandamento carnal, mas segundo a virtude da vida incorruptível." Hebreus 7:16.

27. Como reconheceu Paulo o pecado? Reconheceu-o mediante a lei dos Dez Mandamentos, ou através da lei das ordenanças? Observemos essas palavras:

A LEI DOS DEZ MANDAMENTOS Conheceu o Pecado pela Lei

- "Por isso nenhuma carne será justificada diante dEle pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado." Romanos 3:20.

- "Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum: mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência se a lei não dissesse: Não cobiçarás." Romanos 7:7.

A LEI CERIMONIAL Acrescentada por Causa das Transgressões

- "Logo, para que é a lei? Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade a quem a promessa tinha sido feita." Gálatas 3:19.

Em Romanos 3:20, Paulo diz que "pela lei vem o conhecimento do pecado". "Eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência se a lei não dissesse: Não cobiçarás." Romanos 7:7.

A Lei dos Dez Mandamentos

28. Estudai cuidadosamente as duas leis, encontradas na página 2, e notai o mandamento: "Não cobiçarás." Encontra-se na lei cerimonial? Não, nada existe na lei cerimonial que diga ao homem que, quando cobiça, é pecador. Mas lede a lei dos Dez Mandamentos e ali encontrareis o mandamento: "Não cobiçarás." Lede cuidadosamente a lei dos Dez Mandamentos, e notai o décimo preceito. Quais são suas palavras? "Não cobiçarás." Portanto, pela lei dos Dez Mandamentos recebemos o conhecimento do pecado. Esta lei, porém, não pode salvar-nos do pecado. Não pode perdoar ao transgressor, nem dar-lhe poder para resistir à tentação de fazer o mal. Tem, sim, o propósito de dar-nos conhecimento do pecado.

Para ilustrar, imaginemos uma pessoa com o rosto sujo. Como sabe ela que está sujo? Obviamente, olhando ao espelho. Mas pode o espelho limpar-lhe o rosto? Naturalmente que não! Apenas lhe dá o conhecimento de que seu rosto está sujo; não lhe lava o rosto. Nunca um espelho teve este propósito. O mesmo se dá com a lei dos Dez Mandamentos. Ela não nos salva; dá-nos, sim, o conhecimento de que cometemos pecado. Então devemos arrepender-nos, e buscar e aceitar o perdão de nossos pecados. Tornando-nos obedientes filhos de Deus, somos salvos pela Sua graça, e não por obras da lei.

A Lei Cerimonial

29. Referindo-se à lei cerimonial, ou lei de ordenanças ritualistas, diz a Palavra de Deus:

- "Foi ordenada por causa das transgressões, até que viesse a posteridade [o Messias] a quem a promessa tinha sido feita." Gálatas 3:19.

Esta promessa encontra-se primeiramente em Gênesis 3:15, onde o plano de salvação foi revelado a Adão e Eva, depois de haverem pecado. Se o pecado não tivesse entrado no mundo, a lei cerimonial, ou lei das ordenanças ritualistas jamais teria sido dada. Não se torna claro, pois, por que existe essa lei adicional? Desde o tempo em que o pecado entrou no mundo, até que o Messias sacrificasse Sua vida, a lei cerimonial, ou lei das ordenanças ritualistas prevalecia e vigorava.

30. Como mais uma prova de que Deus revelou ao homem que a lei cerimonial terminou junto da cruz, leiamos o que aconteceu no templo, onde era ministrada a lei das ordenanças. Notemos estas palavras:

- "E Jesus, clamando outra vez com grande voz, entregou o espírito. E eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes, de alto a baixo: tremeu a terra, fenderam-se as rochas." Mateus 27:50-51.

Aqui vemos o próprio Deus destruindo o véu que separava o lugar santo do santíssimo do templo, indicando que a lei cerimonial chegara ao fim quando o Messias morreu na cruz. Isso foi indicado também por João, o precursor, que disse do Messias (João 1:29) quando Ele veio para ser imerso no rio Jordão:

- "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo."

O profeta Isaías também sabia disso quando profetizou do Messias: "Ele foi oprimido, mas não abriu a boca, como cordeiro foi levado ao matadouro; e, como ovelha, muda perante os seus tosquiadores, Ele não abriu a Sua boca. Por juízo opressor foi arrebatado, e da Sua linhagem quem dela cogitou? porquanto foi cortado da terra dos viventes; por causa da transgressão do meu povo foi Ele ferido." Isaías 53:7-8 (H).

Os antigos líderes judeus compreenderam que os sacrifícios de animais deviam terminar com a vinda do Messias. Isto era antigamente ensinado pelos antigos líderes rabinos.

- "Tempo virá quando todas as ofertas serão abolidas, mas a oferta de gratidão jamais será abolida." - Midrash Rabbah, sobre Levítico, cap. 27, sec. 12 (pág. 356 da edição de Soncino, de 1939.) 0 "tempo por vir", acreditava-se geralmente, ser o do advento do Messias, pois fora predito que "Ele faria cessar o sacrifício e a oferta de manjares". Daniel 9:25-27 (J).

Sim, a lei cerimonial, que continha todo o ritual prescrito pela lei das ordenanças, veio a termo quando o verdadeiro Cordeiro de Deus, Yeshua ha-Mashiasch, morreu por nós.

CONCLUSÃO

31. A lei dos Dez Mandamentos, portanto, revela o pecado: "Pela lei vem o conhecimento do pecado." Romanos 3:20. Mas a lei cerimonial pecado, até que viesse a Semente prometida (o Messias). Gálatas 3:19. Aqueles que afirmam que a lei dos Dez Mandamentos que revela o pecado, também foi abolida, fariam bem em ler as seguintes passagens:

- "0 pecado é a transgressão da lei." I João 3:4.

- "0 salário do pecado é a morte." Romanos 6:23.

- "Aquele que diz: eu 0 conheço, e não guarda os Seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade." I João 2:4.

- "Porque este é o amor de Deus que guardemos os Seus Mandamentos; ora, os Seus mandamentos não são penosos". I João 5:3.

- "Se Me amais, guardareis os Meus mandamentos." João 14:15.

- "Aqui está a perseverança dos santos, os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus (Yeshua)." Apocalipse 14:12.

- "Bem-aventurados aqueles que guardam os Seus Mandamentos, para que lhes assista o direito à árvore da vida, e entrem na cidade pelas portas." Apocalipse 22:14.

Do estudo que acabamos de fazer, fica evidente que a Bíblia apresenta dois distintos códigos de lei. 0 primeiro, conhecido como a Lei dos Dez Mandamentos, permanece firme "para todo o sempre". Salmo 111: 8. E o segundo, a lei cerimonial, teve seu cumprimento no Messias de Israel, e assim chegou ao seu termo. Colossenses 2:14.

 

INSTITUTO DA HERANÇA JUDAICA

Caixa Postal: 60836 - AG. C. Limpo

CEP  05788-360  /  São Paulo - SP

 

 

HOME