Make your own free website on Tripod.com

Monte Sinai

 
23 - Como podemos identificar o Messias?

 

 

 

1. COMO UM fundamento para este estudo, "Como Podemos Identificar o Messias," primeiramente analisaremos os nomes de Deus; e que tema este para nossa reflexão! Os anjos no Céu 0 adoram e louvam o Seu nome. Eles exclamam continuamente, "Santo, santo, santo é o SENHOR dos exércitos". Isaías 6:3 (J). Se esses seres santos, sem pecado, cantam louvores ao Altíssimo, quanto mais nós, imperfeitas e pecadoras criaturas do pó, não deveríamos nos apresentar perante Ele com humildade.

2. O nome de Deus significa muito mais do que um título pelo qual Ele é conhecido ou algo usado para distingui-Lo de outros. 0 nome de nosso Deus é expressivo do Seu caráter. Isto foi claramente revelado por Moisés, séculos atrás:

- "E o SENHOR desceu na nuvem, e ali esteve com ele, e proclamou o nome do SENHOR. E o SENHOR passou por diante dele e (Moisés) proclamou: 0 SENHOR, o SENHOR Deus, misericordioso e gracioso, longânimo, generoso em bondade e verdade." Êxodo 34:5, 6 (H).

3. Mas podemos nós conhecer o verdadeiro nome de nosso Pai celestial? Esta é uma antiga pergunta, é claro. Foi feita há muito, muito tempo atrás.

-"Qual é o Seu nome, e qual é o nome de Seu filho, se tu o podes dizer'?" Provérbios 30:4 (H).

4. Certamente o Governador do Universo tem um nome.

5. Novamente, mencionamos que este é um tema que deveríamos abordar com profunda humildade de coração e mente. Devemos nos lembrar que o nome do nosso Deus é "santo" (Isaías 57:15); é "glorioso" (Neemias 9:5); é "excelso" (Salmo 148:13); é "tremendo" (Salmo 111:9).

6. Há alguns hoje em dia que alegam haver semente um nome, e sim nome só, pelo qual o .Deus do céu deveria ser conhecido, e que este é o Tetragrama (YHWH) traduzido como SENHOR, Deus ou Jeová em algumas traduções. É prontamente admitido que o Tetragrama é, indubitavelmente, o nome mais distintivo para o Altíssimo, mas não é o único nome do grande Criador.

7. 0 Tetragrama era considerado pelos hebreus como um nome muito "sagrado". Durante os últimos três séculos A. E. C. começaram a temer pronunciá-lo com seus lábios. Nós, também, faremos bem em abordar o estudo desse maravilhoso nome com um senso de sagrada reverência.

 

Alguns dos Nomes de Deus na Bíblia

 

8. Notar-se-á que há uma variedade de nomes e títulos atribuídos ao Altíssimo. Todos os textos usados no esquema abaixo são da Bíblia Hebraica.

 

- Ele é o SENHOR (YHWH) (0 Eterno) - Isaías 42:8 (J) Jeremias 33:2 (J).

"Eu sou o SENHOR, esse é o Meu nome." "Assim diz o SENHOR, o Criador......

"0 SENHOR é Seu nome."

 

- Ele é Yah - (Forma abreviada e poética de YHWH) Salmo 68:5 (H).

"Cantai a Deus ['Elohim], cantai louvores ao Seu nome exaltai Aquele que cavalga pelos céus por Seu nome Jah [Yah] e regozijai-vos perante Ele." Ver também Isaías 38:11 em Hebraico.

 

- Ele é Adonai (Senhor) Daniel 9.19 (J).

"Ó Senhor ['Adonai], ouve, ó Senhor ['Adonai], perdoa ... porque o Teu nome é chamado sobre Tua cidade e sobre Teu povo."

 

- Ele é Elohim (Os Grandes).

"Deus ['Elohim] disse a Davi...: 'Nesta casa, e em Jerusalém,... porei Meu nome para sempre'."

 

- II Crônicas 33:7 (J) - II Crônicas 2:4 (J).

"Grande é nosso Deus ['Elohim] acima de todos os deuses.

 

- Ele é Adonai Yahweh (Senhor Eterno) Ezequiel 36.23 (J).

"Eu santificarei Meu grande nome, ... e as nações saberão que Eu sou o SENHOR [YHWH], disse o Senhor Deus ['Adonai YHWH]."

 

- Ele é Yahweh Elohim (Deus Eterno) Gênesis 2:7 (J).

0 SENHOR Deus [YHWH 'Elohim] formou o homem do pó da terra."

 

- Ele é Yahweh Adonai (DEUS o Senhor) Salmo 109:21 (J) Ele é Yah Yahweh (Yah, o SENHOR) Isaías 12:2 (J).

"DEUS, o Senhor [Yah, YHWH] é minha força e cântico." Ver também Isaías 26:4.

 

- Ele é El Shaddai (Deus Todo-Poderoso) Êxodo 6:3 (J).

"Eu apareci para Abraão, para (saque e para Jacó, como Deus Todo-Poderoso ['El Shaddai]." Ver também Génesis 17:1.

 

- Ele é Eiohei ha-'elohim (Deus dos deuses) Deuteronômio 10:17 (J).

"O SENHOR [YHWH] teu Deus ['Elohim], Ele é Deus dos deuses ['Eiohei ha-'elohim], e Senhor dos senhores ['Adonai ha-'adonim], o grande Deus, o poderoso, e o tremendo," etc.

 

- Ele é Ehyeh (0 que existe por Si mesmo ou o Eterno) Êxodo 3:13, 14 (J).

"E Moisés disse a Deus ['Elohim]: 'Eis que quando dirigir-me aos filhos de Israel e lhes disser: O Deus ['Elohei] de vossos pais me enviou a vós; e eles me disserem: Qual é o Seu nome? que lhes direi?' E Deus ['Elohim] disse a Moisés: 'EU SOU 0 QUE SOU' ['Ehyeh 'asher'Ehyeh]; e Ele disse: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU ['Ehyeh] enviou-me a vós.' " Isto é, Ele foi, e é, e sempre será.

 

9. É evidente, pelo que se viu acima, que o Deus do céu, o verdadeiro Deus, revelou-Se por vários nomes diferentes ao longo dos séculos. É também verdade, contudo, que o Tetragrama era o nome mais distintivo pelo qual Ele era conhecido pelo povo que fielmente 0 serviam nos tempos antigos. Nenhuma das nações que rodeavam Israel, tanto quanto se sabe, usava o Tetragrama como um nome para seus deuses. Eles realmente empregavam 'el, 'elah, 'elohim, e 'adon em referência a suas deidades. E 'elohim era usado em referência a seus deuses pagãos (II Crônicas 32:13).

10. Este assunto, sem dúvida, não apenas será de profundo interesse, mas também será caro ao coração de todos nós. João 5:43 diz:

- "Eu vim em nome do Meu Pai."

Mas o que o Messias quis dizer quando fez essa declaração? Lemos novamente:

- Eis que Eu envio um anjo diante de ti, para que te guarde pelo caminho, e te leve ao lugar que Eu tenho preparado. Guarda-te diante dele, e ouve à sua voz, e não te rebeles contra ele, porque não perdoará a tua transgressão; pois nEle está o Meu nome". Êxodo 23:20, 21 (J).

11. Deveria ser particularmente notado que esse anjo tem poder para perdoar pecados, o que não se aplicaria a um anjo ordinário ou a um homem mortal. Isso não poderia ser correto para nenhum outro que não um ser divino - o próprio Messias. Assim, nosso Pai celestial diz com respeito a Ele: "nEle está o Meu nome". O Messias declara: "Eu vim em nome do Meu Pai." Na tradução vernácula da Bíblia o Messias é chamado de "Jesus" (uma transliteração do nome hebraico Yeshua'), e nosso Pai celestial é chamado "Deus".

Quando colocamos as duas palavras em Português' "Deus" e ''Jesus" lado a lado, não é fácil ver plenamente a relação entre Pai e Filho. Não vemos claramente o nome do Pai no Filho, nem o nome do Filho no Pai, porque um é soletrado como "D-e-u-s" e o outro é soletrado como "J-e-s-u-s". Em resultado disso, o estudante comum da Bíblia fica perplexo quando lê: "Eu vim em nome do Meu Pai", e "nEle está o Meu nome''.

12. Agora, procuremos descobrir o significado e esforcemo-nos para ver a beleza destes textos: "Eu vim em nome do Meu Pai" e "nEle está o Meu nome''. Em Mateus 6:9 lemos estas palavras iniciais da oração que o Messias ensinou a Seus discípulos:

- "Portanto, vós orareis assim: Pai nosso que estás nos Céus, santificado seja o Teu nome."

Se o Messias nos ensina a orar: "Pai nosso ... santificado seja o Teu nome" e Ele declara: "Eu vim em nome do Meu Pai"; e o Pai diz, cora respeito ao Filho: "nEle está o Meu nome", não deveríamos, então, pesquisar as Escrituras e buscar assegurar-nos do nome atual de ambos, o Pai e o Filho?

13. Há um texto ira Bíblia que se revelaria de real valor para nós. É encontrado em Provérbios 30:4 (J) e diz:

- ''Quem subiu ao Céu, e desceu? Quem encerrou o vento em Seus punho:? Quem amarrou as águas em Seu manto? Quem estabeleceu todas as extremidades da Terra? Qual é o Seu nome, e qual é o nome de Seu filho, se é que o sabes?"

14. Hoje, muito estranhamente, pouquíssimas pessoas podem responder a essa importante pergunta. Corretamente compreendida, ela é respondida na Palavra de Deus.

15. A pergunta é feita nas Escrituras: "Qual é o Seu nome, e qual é o nome de Seu filho, se é que o sabes?"

16. Neste estudo nosso primeiro ponto será estabelecer o nome distintivo de Deus, o Pai, e então estabelecer o nome de Seu Filho, o Messias, como o Redentor dos homens. Ao dar consideração ao nome de Deus, lembremo-nos da primeira parte deste estudo, isto é, que Deus tem sido conhecido, através dos séculos, por muitos nomes - El, Elohim, Adonai, EI Shaddai, etc., e que o nome distintivo pelo qual Ele foi conhecido por Seu próprio povo era o Tetragrama (YHWH, ou Yahweh), como já mencionado. Nenhuma outra nação, tanto quanto se saiba, jamais usou este nome quando se referia aos seus deuses. É este nome distintivo que agora consideraremos. Na Bíblia hebraica o Tetragrama é usado 5.989 vezes em sua forma completa (ver The Jewish Encyclopedia, vol. 12, pág. 118, cot. 2, art. "Tetragrammaton"). A pronúncia desse nome tem sido pervertida devido ao fato de que, no oitavo século, os eruditos hebreus Massoretas criam ser o nome de Deus por demais sagrado para ser proferido e, portanto, decidiram acrescentar a ele os :sinais vocálicos do nome 'Adonai ("Senhor") para que os leitores pudessem saber o que dizer, em lugar do Tetragrama, quando lessem a Bíblia em voz alta.

17. Quando a Bíblia foi traduzida do Hebraico para o vernáculo, alguns tradutores verteram o Tetragrama como "Jeová" porque os eruditos Massoretas tinham dado à palavra hebraica os sinais vocálicos de 'Adonai. Essa versão da palavra como "Jeová" no vernáculo é um erro. O Tetragrama tem um sentido muito definido, conforme iremos descobrir. Em Hebraico, o nome "Adonai" significa "senhor" ou "mestre". Assim, a única maneira em que c termo "Adonai" deve ser traduzido para o vernáculo é como "Senhor" e "Mestre". Há também lugares onde é empregado na Bíblia em referência ao Messias, como no Salmo 110. O nome Adonai é um termo usado pelo povo judeu em lugar do Tetragrama, mas isso também é incorreto. Como resultado dessa troca, os tradutores seguiram o padrão judaico e, em lugar de transliterarem o nome Yahweh para o vernáculo, simplesmente traduziram-no como "Senhor" (Adonai). Em outras palavras, os tradutores fizeram exatamente o mesmo que os Massoretas.

18. Assim, ao lermos a Bíblia no vernáculo, hoje, descobrimos que onde o Tetragrama aparece no texto Hebraico, tanto "SENHOR" como "DEUS" aparecem com todas as letras maiúsculas. Quando traduziram 'Adonai, eles não empregaram todas as letras em maiúsculas; assim, aparece com uma inicial maiúscula e as demais letras em minúsculas, como "Senhor". Quando traduziram 'EI ou 'Elohim, termos hebraicos para Deus, não empregaram todas as letras em maiúsculas; assim, aparecem com uma inicial maiúscula e as outras em minúsculas, como "Deus". Tendo isso em mente, quando lermos a Bíblia, na versão Almeida por exemplo, agora podemos saber que, onde quer que apareça "SENHOR" ou "DEUS" com todas as letras maiúsculas, é onde aparece o Tetragrama em Hebraico. O termo 'Elohim nas Escrituras Hebraicas significa deus, os poderosos, ou deidade, e é aplicado aos deuses pagãos, bem como ao único Deus do Céu, que existe por Si mesmo. O termo'Elohim é uma forma mais genérica, um termo geral, tendo uma vasta ou geral aplicação. Notemos como o termo genérico 'Elohim é usado na Bíblia. Observe não apenas 'Elohim, mas também El e Elah.

- "Judá tem profanado a santidade do SENHOR, a quem Ele ama, e tem se casado com a filha de um estranho deus [EI]." Malaquias 2:11 (J).

- "Mas o SENHOR Deus [Elohim] é o verdadeiro Deus [Elohim]; Ele é o Deus (Elohim) vivo e o Rei eterno; a terra treme à sua ira e as nações não podem suportar a Sua indignação. Assim lhes direis: 'Os deuses ['elahayya'] que não fizeram os céus e a terra, desaparecerão da terra e de debaixo destes céus". Jeremias 10:10, 11 (J).

- "E sucederá que se te esqueceres do SENHOR teu Deus ['Elohim] e andares após outros deuses ['elohim], e os servires, e os adorares, Eu te previno desde hoje que certamente perecerás." Deuteronômio 8:19 (J).

Aqui vemos como Elohim é usado para o verdadeiro Deus e também para os falsos deuses. Para substanciar o fato de que Deus, ou Elohim, é um termo genérico, citamos das seguintes fontes:

19. Na Encyclopaedia of Religion and Ethics, editada por James Hastings, lemos o seguinte:

"Os nomes usados para Deus eram significativos. Elohim era o termo genérico para a Divindade. Jahweh [Yahweh] o nome pessoal do Deus de Israel." - Vol. 6, pág. 253, (Chas. Scribner's Sons, New York City: 1928).

A palavra "genérico" significa que tem uma aplicação vasta ou geral.

The Encyclopaedia Bíblica, editada por T. K. Cheyne e J. S. Black, explica isso nas seguintes palavras:

"O plural [Elohim] serve às vezes para denotar os deuses pagãos (Êxo 9:1; 12:12; 20:3, etc.) ou imagens de Deus (Êxo 20:23, etc.) mas principalmente para denotar um único deus (ou imagem de um deus - por ex. Êxo 32:1, muito provavelmente também Gên. 31:30, 32), seja uma deidade pagã (por ex. I Sam. 5:7, de Dagom; I Reis 11:5...),',' etc. - Vol. 3, cot. 3324, art. "Names of God" (Watts and Co., Londres: 1902).

20. Para ilustrar como o termo "Deus" pode ser usado na forma genérica ou geral, note os seguintes exemplos: (1) Um pagão pode adorar um deus de pedra, mas um seguidor da Bíblia adorará o Deus do Céu, que existe por Si mesmo. (2) O nome desse Deus é Yahweh, que significa "O que existe por Si mesmo". (3) Louvai ao Deus de Abraão, Isaque e Jacó, cujo nome é o SENHOR (Tetragrama). (4) Nosso Deus é um Deus de deuses, cujo nome é o SENHOR. Assim vemos como usar o termo "Deus," e como empregamos o Seu nome.

21. Uma referência largamente usada por longo tempo entre nós, oferece os seguintes fatos:

"Dos nomes de Deus no Velho Testamento, o que ocorre mais freqüentemente (6.823 vezes) é o assim chamado Tetragrama, YHWH (a mão), o nome distintivo e pessoal do Deus de Israel. Esse nome é comumente representado em traduções modernas pela forma "Jeová" que, no entanto, é uma impossibilidade filológica (ver JEOVÁ). Essa forma surgiu mediante tentativa de pronunciar as consoantes do nome com as vogais de Adonai (a mão: 'Senhor'), que os Massoretas inseriram no texto, indicando com isso que Adonai deveria ser lido (como um 'keri perpetuum') em lugar de YHWH" - The Jewish Encyclopedia, Vol. 9, pág. 160, art. "Names of God".

22. Isto revela alguns dados interessantes com respeito àquele nome do Deus que existe por Si mesmo. Podemos perguntar: "0 que é significativo no verdadeiro nome de Deus? Para a resposta, citamos novamente da mesma fonte:

"Aparentemente, YHWH (a mão) é a terceira pessoa do singular imperfeito 'kal' do verbo a mão ('ser'), significando, portanto, 'Ele é,' ou 'Ele será,' ou, talvez, 'Ele vive,' sendo a idéia básica da palavra, provavelmente, 'soprar', 'respirar', e, daí, 'viver'. Com esta explicação concorda o significado do nome dado em Êxo 3:14, onde Deus é representado como falando e daí como usando a primeira pessoa - 'Eu sou' (a mão, de a mão equivalendo o último à raiz arcaica a mão). 0 sentido seria, portanto, 'Ele que existe por Si mesmo, auto-suficiente' ou, mais concretamente, 'Aquele que vive' ... Não há dúvida de que a idéia de vida estava intimamente ligada com o nome YHWH, desde tempos remotos. Ele é o Deus vivo, em contraste com os deuses sem vida dos pagãos e Ele é a fonte e o autor da vida.... Tão familiar é essa concepção de Deus para a mente hebraica que aparece na fórmula comum de um juramento, 'hai YHWH' ( = 'como YHWH vive'; Rute 3:13; I Sam. 14:45, etc.).

"Se a explicação da forma dada acima for a verdadeira, a pronúncia original deve ter sido Yahweh (a mão) ... Daí a forma abreviada Jah ou Yah (a mão) é mais prontamente explicada," etc. - Id., págs. 160, 161.

23. Vemos, portanto, que este nome distintivo de Deus 0 identifica como sendo "0 Eterno", o que "Existe Por Si Mesmo". Isto 0 coloca imediatamente numa categoria à qual nenhum outro deus pode pretender.

24. Deus também foi referido pelo Tetragrama nos tempos mais primitivos da história do mundo, como podemos ver nesta passagem:

"E a Sete, a ele também nasceu um filho; e ele chamou o seu nome Enos; então os homens começaram a invocar o nome do SENHOR [Tetragrama]." Gênesis 4:26 (J). Uma bem conhecida obra de referência judaica, com respeito a este nome de Deus, declara:

"O Tetragrama ou Nome de Quatro Letras (a mão), que ocorre, 6.823 vezes, é, de longe, o nome mais freqüente para Deus, na Bíblia. Agora ele é pronunciado 'adonai; mas o pai da igreja Teodoreto registra que os samaritanos o pronunciavam como 'labé (labê), e Orígenes o transcreve como lae (laê), ambos apontando a uma vocalização original yahveh....

"No decorrer do tempo, ao se unirem as tribos para formar uma nação, todos os outros nomes foram superados pelo Tetragrama, Yahveh; este processo parece ter sido completado, em meados do nono século A. E. C., após o que quase todo nome real é composto com Yahveh....

"Durante a Idade Média, os cristãos estudantes de Hebraico equivocadamente liam as quatro consoantes do Tetragrama com as vogais indicativas da pronúncia 'adonai. Com isso, eles chegaram à forma YeHoVaH, que resultou no nome Jeová para Deus. Esse nome Jeová, que ainda persiste nas traduções bíblicas cristãs e livros de oração cristãos, é atualmente uma errada transliteração, e a palavra em si é sem sentido." - The Universal Jewish Encyclopedia, Vol. 5, págs. 6, 7, art. "God, Names of."

25. No que respeita a JAH (Yah), a forma abreviada do Tetragrama, lemos:

- "Cantai a Deus, cantai louvores ao Seu nome; exaltai Àquele que cavalga sobre os céus por Seu nome Jah, e exultai perante Ele." Salmo 68:5 (H).

Este nome (uma contração do Tetragrama) é visto nas últimas três letras da palavra "Hallelujah", um termo hebraico que significa "Louvai a Jah".

"Foram os grandes profetas que puseram dentro do nome Yahweh o seu significado universal e que viram no Deus de Israel o Deus de todo o Universo.... Quanto mais os profetas eram levados a considerar o que Deus era em Si mesmo, mais percebiam que, no final das contas, tudo voltava para Ele. Nada poderia ser independente do poder e propósito do Deus perene - 'o Eterno'." - Harper's Bible Dictionary, editado por Madeleine S. Miller e J. Lane Miller, pág. 230 (Harper & Bros., New York City: 1952).

26. Na New Internacional Encyclopedia, segunda edição, lemos:

"Os samaritanos parecem ter continuado a pronunciar o nome santo, por mais tempo do que os judeus. Teodoreto (Pergunta XV in Exodum) declara que eles o pronunciavam 'labé, isto é, Yave; e embora Shema (o Nome) tenha sido substituído por ele, (Yave), há uma indiscutível evidência de que, mesmo os samaritanos de hoje, sabem que Yahweh era a pronúncia original." - Vol. 12, pág. 625.

27. Note este texto bíblico, mostrando que o Tetragrama é o nome do Deus eterno. Gênesis 21:33 (J) diz:

- "E Abraão plantou uma tamareira em Berseba, e ali invocou o nome do SENHOR, o Deus eterno."

Esta é uma das primeiras referências bíblicas que falam de um atributo de Deus, apontando para a Sua eterna existência. É Ele que existe por Si mesmo, Ele que é vida, Ele que concede vida.

28. As pessoas dizem freqüentemente: "Quem pode conhecer a Deus? Ele está fora de nosso alcance. Ele está justamente longe demais de nós. Nossas mentes simplesmente não podem compreender Deus." Leiamos novamente esta declaração, que aborda isto:

- "Quem subiu ao céu e desceu? Quem encerrou o vento em Seus punhos? Quem amarrou as águas em Seu manto? Quem estabeleceu todas as extremidades da terra? Qual é o Seu nome, e qual é o nome de Seu Filho, se é que o sabes? Toda palavra de Deus é pura; Ele é um escudo para os que se refugiam nEle. Nada acrescentes às Suas palavras, para que não te repreenda e sejas achado mentiroso." Provérbios 30: 4-6 (J).

Observe quão claramente a Bíblia responde à pergunta acima: "Quem subiu ao céu, e desceu?" A resposta é dada pelo próprio Messias, nas mesmas palavras das Escrituras Sagradas:

- "E, todavia, o Filho do homem que desceu do céu, é o único que jamais subiu ao céu. Verdadeiramente o Filho do homem deve ser erguido ao alto, tal como Moisés levantou a serpente [de bronze] no deserto, para que todo que crê nEle possa ter a vida eterna." João 3:13-15, tradução de Moffatt.

Dediquemo-nos agora a responder à pergunta:

29. Primeiramente, estudemos com cuidado o seguinte esquema: Yeshua - Seu nome.

Seu nome deveria ser considerado em suas variadas formas, porque outros nomes além de "Yeshua" são usados, ao ser feita referência a Ele.

(1) Seus nomes no Novo Testamento: (a) "E lhe porás o nome de Jesus [Yeshua]," Mateus 1:21.

(b) "Eles chamarão o Seu nome Emmanuel, que interpretado [traduzido] é Deus conosco." Mateus 1:23.

(c) "0 Seu nome se chama o Verbo de Deus." Apocalipse 19:13.

(d) "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, ... o único gerado do Pai." João 1:14.

(e) "Achamos o Messias, que é, sendo interpretado, o Cristo [0 Ungido]." João 1:41.

(2) Seus nomes no Velho Testamento: (a) "Seu nome será chamado Maravilhoso, Conselheiro do Poderoso Deus, _do Pai da Eternidade, Príncipe de Paz." Isaías 9:5 (H).

Essa passagem, traduzida do Hebraico para o Grego por eruditos rabinos judeus, por volta do terceiro século A. E. C. reza:

"Seu nome é chamado o Mensageiro de grande conselho." LXX (Septuaginta) Versão (Samuel Bagster and Sons, Londres: 1844). Este texto foi considerado como messiânico pelos antigos rabinos. 0 Targum de Isaías declara:

"Seu nome tem sido chamado desde a antigüidade, Maravilhoso Conselheiro, Poderoso Deus, Ele que vive para sempre, 0 Ungido (ou Messias)."

(b) "Eis que, o homem, cujo nome é Renovo." Zacarias 6:12 (J). "Meu servo, o Renovo." Zacarias 3:8 (J). Em algumas versões, a palavra hebraica tsemach nessas passagens é traduzida como "Ramo" ou "Renovo".

"Levantarei a Davi um Renovo [Heb., tsemach] justo, e ele reinará como um rei." Jeremias 23:5 (J). No Targum de Jeremias esta passagem é assim interpretada:

"Eu suscitarei a Davi o Messias, o Justo."

Os sábios talmúdicos, em seu comentário sobre Jeremias 23:5, diziam: "Isto se refere ao Messias, de quem é também declarado: Suscitarei a Davi um renovo justo," etc. - Midrash Rabbah, sobre Números, cap. 18, seç. 21 (vol. 2, pág. 734, da edição Soncino de 1939).

(c) "E este é Seu nome pelo qual Ele será chamado, o SENHOR [YHWH] nossa justiça. Jeremias 23:6.

Que este texto também foi reconhecido no Talmude, por muitos sábios hebreus dos tempos antigos, como se referindo ao Messias, observe:

"[Com respeito a] o Messias - está escrito: E este é o nome pelo qual Ele será chamado, 0 Senhor é nossa justiça." - Baba Bathra 75b (ed. Soncino, Vol. 2, pág. 303: 1935).

30. Vez após vez Yeshua mencionou que o Pai O "enviou" (João 4:24, 36); que Ele veio "do céu" (João 6:38); que Sua missão era fazer, não Sua própria vontade, mas a vontade do Seu Pai (João 4:30). Isso é revelado particularmente em relação ao "nome" de Deus. Yeshua disse: "Eu venho em nome de Meu Pai" (João 5:43); "As obras que Eu faço, em nome de Meu Pai... testificam a Meu respeito" (João 10:25). Em oração a Deus, o Pai, Ele disse: Manifestei o Teu nome aos homens que Me deste do mundo." (João 17:6); e "Eu tenho declarado perante eles o Teu nome." (verso 26).

É evidente, portanto, que havia uma relação íntima entre o Messias sobre a Terra e Seu Pai no céu. Esse relacionamento é lindamente expresso em Suas declarações: "Eu e Meu Pai somos um" (João 10:30), e "Eu faço sempre o que Lhe agrada" (João 8:29).

31. Alguns, mesmo em nosso tempo, ainda afirmam que há somente um nome e um nome só, pelo qual o Messias, o Filho de Deus deveria ser conhecido e que é Yeshuah. Observemos que isto está longe da verdade e, certamente, em desarmonia com as Santas Escrituras. Em parte alguma na Bíblia, seja em Hebraico ou em Grego, pode alguém encontrar tal nome.

32. Com respeito ao Filho, somos instruídos nas Escrituras Hebraicas a:

- "Prestai homenagem ao Filho, para que Ele não se irrite e não estejais perdidos no caminho.... Bem-aventurado são todos os que nEle confiam." Salmo 2:12 (L).

- "Porque quem me acha acha a vida, e alcança favor do SENHOR. Mas o que me perde, causa ruína à sua própria alma; todos os que Me odeiam amam a morte." Provérbios 8:35, 36 (J).

No Novo Testamento o Messias, como Filho, declarou:

- "Eu sou o caminho, a verdade, e a vida." João 14:6.

Quando o Filho nasceu, Ele não recebeu um nome da parte de seus pais terrenos, mas sim de Seu Pai celestial. Em realidade, Ele não foi chamado de "Jesus". Este nome e uma forma que veio posteriormente a algumas línguas modernas quando o "Y" foi substituído pelo "J". Ele não foi chamado nem mesmo por 'lesous (pronuncia-se Yesus), a forma grega de Seu nome. Como Ele nasceu de pais hebreus, Seu nome naturalmente deveria ser de origem hebraica. Seu nome também indubitavelmente, indicaria Sua missão.

33. Ao estudarmos este assunto, podemos estar certos de que o Messias, nascido há quase 2000 anos atrás, é o verdadeiro Messias. Lemos no Velho Testamento, com respeito ao Messias:

"Alegra-te muito, ó filha de Sião; exulta, ó filha de Jerusalém: eis aí te vem o teu Rei, ele é justo e tendo vitória." Zacarias 9:9 (H).

A palavra hebraica traduzida como "vitória" neste verso é traduzida como salvação em algumas versões.

- "Eis que o SENHOR tem proclamado até os confins do mundo: Dizei à filha de Sião: Eis que vem a tua salvação; eis que a Sua recompensa está com Ele e Sua obra perante Ele. E os chamarão: 0 povo santo. Os remidos do SENHOR." Isaías 62:11, 12 (H).

Aqui nós temos o Messias citado no Velho Testamento, há mais de 700 anos antes que Ele viesse pela primeira vez. Este texto, portanto, indica que o Seu nome teria relação com a Sua missão, pois Seu propósito foi SALVAR o Seu povo; isto é para salvar os Seus do pecado, a fim de que lhes concedesse Vida Eterna. Acaso o Novo Testamento substancia este texto hebraico? Ouça as palavras do próprio Messias:

- "E eis que venho sem demora, e comigo está o Meu galardão, para dar a cada homem segundo as suas obras. Eu sou... o princípio e o fim, o primeiro e o último... Eu sou a raiz e a geração de Davi, e a brilhante estrela da manhã. Apocalipse 22.12, 13, 16.

34. Com estas passagens da Escritura como um pano de fundo, torna-se, pois, fácil compreender por que o anjo de Deus disse a José, um descendente do antigo Rei Davi:

- "E ela [Miriam] dará à luz um filho e tu lhe porás o nome de Jesus ['lesous, a transliteração grega da palavra hebraica Yeshua', que significa "Salvador"]; porque Ele salvará o Seu povo dos pecados deles." Mateus 1:21.

Enquanto que o nome Yeshua' significa "Salvação do SENHOR" tem um sentido ainda mais amplo que esse. Assim como Yah é uma contração de Yahweh, assim também Yeshua' é uma contração de Yeshua', que significa "Salvação do Senhor." Agora começamos a entender o que o Filho quis dizer quando Ele declarou: "Eu venho em nome de Meu Pai" (João 5:43), e o que o Pai quis dizer quando proclamou: "nEle está o Meu nome". Êxodo 23:21 (J).

Em sua tradução The New Testament in Modern Speech [O Novo Testamento na Linguagem Moderna], quarta edição, pág. 4 (The Pilgrim Press, Boston, Mass.: n.d.), Richard F. Weymouth ao comentar sobre Mateus 1:21, explica o nome Jesus como segue:

"A forma grega de 'Joshua', que posteriormente (como 'Jorão' II Reis XII. 14 para 'Jeorão' II Reis IX. 15 'Joás' 11 Reis XII. 20 para 'Jeovs' II Reis XII. 1; e 'Jonathan', o nome mais comumente usado para o 'Jehonathan' que encontramos no Hebraico em I Sam.) é abreviada de 'Jehoshua' ou, antes, 'Yehoshua'. No Hebraico do V. T. ocorre somente a forma não abreviada e (em I e II Crônicas, Esdras, e Neemias) a abreviada, mas alterada, forma 'Joshua' que Ia se aproxima da forma posterior 'Jesus'. O completo significado do nome 'Jesus' é visto no original 'Yeho-shua', que quer dizer 'Jeová, o Salvador' e não meramente 'Salvador', como a palavra é freqüentemente explicada."

* Ver Números 13:16 e I Crônicas 7:27 para os exemplos desse nome não abreviado.

35. Alguns dos maiores líderes eruditos bíblicos do mundo mantém esta opinião. Ver Fausset's Bible Encyclopedia and Dictionary, pág. 359: The Century Dictionary and Cyclopaedia, vol. 3, pág. 3228. A Young's Analytical Concordance da Bíblia explica-o como segue: "Jesus, forma grega 'lesous, do hebraico Yeshua', Salvador."

O New Standard Dictionary, (Funk and Wagnalls Co., New York City: 1959) pág. 1318, explica sobre a palavra "Jesus" que deriva da forma latina Jesus, do grego 'Iesous, que é derivada do hebraico Yeshua' Que significa "Jeová é salvação".

Se nos dirigirmos às autoridades, seculares ou sacras, encontramos esta concordância com respeito ao nome do Messias.

Assim em Sua vida e mesmo na morte, Ele levou o nome de "Yeshua", pois na Sua cruz, as palavras escritas em Hebraico, Grego e Latim eram:

"YESHUA DE NAZARÉ, O REI DOS JUDEUS" João 19:19 (Gr.)

 

36. Note que em algumas das referências dadas acima, a letra "J" é usada em lugar da letra original "Y". Isto se dá porque no Hebraico e no Grego não existe a letra "J" no alfabeto. Assim, se temos de pronunciar os nomes do Pai e do Filho apropriadamente, deveríamos utilizar o "Y" original. Por exemplo, quando pronunciamos a palavra "Aleluia" estamos realmente dizendo ''Hallelu-Yah" (Louvai ao SENHOR).

37. É verdade que dois personagens do Velho Testamento receberam o nome de "Joshua" (Josué) porque eles eram tipos do real, verdadeiro, original "Yeshua". Um foi o Josué que sucedeu a Moisés e conduziu os filhos de Israel para a terra prometida. Ele foi um tipo do verdadeiro. Yeshua, que conduzirá Seu povo à Canaã celeste. O outro foi Josué, o sumo sacerdote. Ele foi um tipo do Yeshua, nosso grande Sumo Sacerdote, que está fazendo intercessão por nós no tempo presente, no santuário celestial. Deus prometeu ao segundo Josué (Zacarias 3:8)que Ele iria na plenitude do tempo, fazer surgir a Semente de Davi:

-"Ouve agora, ó Josué, o sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti; porque eles são homens que são um sinal, pois eis que Eu farei vir o Meu servo, o Renovo." Zacarias 3:8 (J). No comentário do Dr. A. Cohen, The Twelve Prophets, lemos:

"Tanto os intérpretes modernos quanto os antigos concordam em explicar o Renovo como o esperado Messias.... O termo designa o governante ideal de Israel (cf. Jer. 'XXIII. 5), e muito naturalmente tem sido aplicado ao Rei Messias.... 'A velha árvore do Estado Judaico estava morta, mas o profeta prediz uma nova vida, mediante o brotar de um renovo da casa de Davi' (Burnes)." - pág. 282 (Soncino Press, London: 1959).

Para substanciar este comentário do Dr. Cohen, leiamos agora uma declaração bíblica concernente ao Messias como o Renovo, que viria da família real de Davi, cujo pai foi Jessé:

- "E surgirá um rebento do tronco de Jessé, e um renovo crescerá de suas raízes. E o espírito do SENHOR repousará sobre ele." Isaías 111, 2 (J).

38. Sendo que o Messias e Sua família eram hebreus, Seu verdadeiro nome é assim declarado:

"O livro de (a) geração de Yeshua Messias, filho de Davi, filho de Abraão." Mateus 1:1 (Gr.).

Literalmente traduzido, Seu nome é "Salvação do SENHOR o Messias." Yeshua, significando Salvação é pronunciado Yehshoo-ah. Mashiach é a palavra hebraica transliterada como "Messias", que significa "o Ungido". Portanto, se o nome completo hebraico do Messias fosse traduzido, ficaria assim: "Salvação do SENHOR, o Ungido". Se Seu nome hebraico fosse TRANSLITERADO, seria: "Yeshua, o Messias."

39. A razão pela qual não vemos prontamente o nome do Pai no do Filho é porque o Novo Testamento foi traduzido do grego. Quando o Novo Testamento foi escrito em greqo, eles transliteraram o nome hebraico Yeshua para o nome grego `lesous, que tem a pronúncia de "Yesus". Assim, os tradutores TRANSLITERARAM o nome grego para o vernáculo como "Jesus".

Sendo que os tradutores tanto TRADUZIRAM como TRANSLITERARAM o nome do Messias, será interessante notar, pelo diagrama, que o nome "Jesus" vem do hebraico, e que o nome "Cristo" vem do grego. Para ilustrar isto, temos que passar para o vernáculo os nomes em Hebraico e em Grego.

 

Nome original em Hebraico:-------------------------------------: Yeshua

TRANSLITERAÇÃO em Grego:------------------------------------: Yesous

TRANSLITERAÇÃO no vernáculo (Português):------------------: Jesus

 

Explicação do diagrama: Sendo que na língua grega não existe o som de ''sh", eles tinham que produzir um som de "s". Uma vez que em Grego muitos nomes próprios terminam com um som de "s", eles mudaram o som final hebraico "a" para um som de "s". Desse modo, o nome hebraico YESHUA tornou-se o grego 'IESOUS. Então, no início do século XVII, quando os idiomas foram se modernizando, o som de "Y" tornou-se um som de "J". Aí, o Grego 'lesous tornou-se ''Jesus", em Português. Na transliteração acima referida, nenhuma outra forma de nome poderia ter sido achada. As transliterações do Hebraico para o Grego e do Grego para o Português foram bem feitas.

40. Agora, vamos descobrir como os tradutores chegaram ao nome "Cristo". Note que o nome hebraico para o "Ungido" é Mashiach e o nome grego para "Ungido" é Christos.

 

Original hebraico: ------------------------------------ "O Ungido" = MASHIACH

Transliteração para o Português: ------------------- "Mashiach" = MESSIAS

Tradução para o Português: ------------------------- "Mashiach" = OUNGIDO

Original Grego: ---------------------------------------- "O Ungido" = CHRISTOS

Transliteração para o Português: -------------------- "Christos" = CRISTO

Tradução para o Português: -------------------------- "Christos" = OUNGIDO

 

Assim Yeshua ha-Mashiach em Hebraico significa "Salvação o Ungido" em Português. O nome "Jesus o Cristo" significa a mesma coisa porque "Jesus" corresponde ao 'lesous em Grego, que é o equivalente de Yeshua' (Salvação) em Hebraico. A palavra "Cristo'' corresponde a Christos (Ungido). Assim, "Jesus" deriva seu sentido da palavra hebraica Yeshua' (Salvação) e "Cristo" obtém seu significado do termo grego Christos (Ungido).

41. Quando as Escrituras Hebraicas foram traduzidas para a língua grega por eruditos judaicos, durante o terceiro e segundo séculos A. E. C., eles verteram a palavra hebraica Mashiach ao Grego como Christos, que significa "O Ungido", em vez de transliterar Mashiach como Messias. E quando o Novo Testamento foi escrito em Grego, os escritores, seguindo o precedente já estabelecido pelos eruditos judaicos, continuaram a usar o termo Christos ("O Ungido") como o termo helênico correto equivalente à palavra hebraica Mashiach. Portanto, quando o Novo Testamento Grego foi traduzido para o Português, o termo Christos foi transliterado para a nossa língua como "Cristo", de modo que ele retém e preserva o sentido da palavra original hebraica Mashiach ("O Ungido"). Um bom exemplo disso é visto em João 1:41, onde Natanael é citado como dizendo a Simão: "Achamos o Messias, que é, sendo interpretado, o Cristo." A mulher no poço de Jacó em Samaria é igualmente citada, como declarando: "Eu sei que o Messias vem, que é chamado Cristo." João 4:25.

Para uma pessoa não versada nas traduções das Sagradas Escrituras a partir do Hebraico para várias outras línguas, o real sentido da palavra Mashiach ("Messias") tem sido vastamente perdido de vista. Assim, quando lemos a Bíblia em Português, deixamos de ver que o nome do Pai está no Filho. Se, como judeus, houvéssemos estudado a Bíblia, tanto o Velho quanto o Novo Testamentos nas línguas originais, teríamos descoberto isso, e milhares hoje estariam melhor informados com respeito ao nosso Messias judaico. Teriam visto a relação que existe entre Deus o Pai e o Filho.

42. Desse modo, compreendemos que no plano de salvação, o SENHOR, o Pai, enviou o Seu Filho, o divino Messias, em Seu próprio nome. Quando o Messias veio à esta Terra e tomou sobre Si a carne humana, o SENHOR, o Pai, enviou o Seu anjo para declarar o nome do Messias. "Yeshua". Uma vez que Yeshua significa "Salvação do SENHOR," podemos agora compreender o, que o Messias quis dizer quando declarou: "Eu venho em nome de Meu Pai"; e o que o Pai quis dizer ao declarar: "NEle esta o Meu nome".

43. Reconhecendo os nomes hebraicos distintivos do Pai e do Filho, podemos agora apreciar a beleza e o significado dos nomes do Criador e de Seu divino Filho. Encontramos também no nome dEles como Deus, a idéia da vida que tem existência própria, pois somente a Divindade é Um Eterno, O que vive para sempre.

44. Agora podemos apreciar mais plenamente as palavras do Filho, quando Ele pronunciou estas palavras:

- "0 SENHOR Me possuía no início de Sua existência, antes de Suas obras mais antigas. Desde a eternidade fui estabelecida, desde o princípio, antes que a Terra existisse.... Então Eu estava com Ele e era Seu Arquiteto; dia após dia Eu era as Suas delícias, rejubilando perante Ele em todo o tempo." Provérbios 8:22, 23, 30 (H).

Agora podemos também compreender melhor o que o Messias quis dizer quando declarou: "Eu venho em nome de Meu Pai", e o que o Pai quis dizer ao declarar: "NEle está o Meu nome".

 

INSTITUTO DA HERANÇA JUDAICA

Caixa Postal: 60836 - AG. C. Limpo

CEP  05788-360  /  São Paulo – SP

 

HOME