Make your own free website on Tripod.com

Monte Sinai

 
15 - Porque Creio em DEUS?

 

 

 

1. QUE profunda filosofia está inserida na primeira declaração registrada por Moisés:

- "No princípio Criou Deus . . ." Gênesis 1:1.

A existência do Universo pressupõe um Criador. Antes que um edifício seja construído precisa ser primeiramente concebido na mente de um arquiteto. 0 inventor deve preceder sua invenção. O Universo é realmente uma invenção, uma criação, um vasto sistema de galáxias organizadas formando uma estupenda unidade. As esferas celestiais revelam uma harmoniosa organização efetuada por uma Mente Divina sem as discordâncias resultantes de forças opostas. Antes que o Universo fosse criado, necessariamente deve ter sido primeiro concebido pela Mente Infinita, pois nenhum homem finito pode criar, ou como define o dicionário Webster, "trazer à existência a partir do nada; causar a existência." 0 Criador deve, necessariamente, preceder Sua criação. Essa verdade evidente por si só foi expressa pelo salmista quando declarou:

"Antes que nascessem os montes, ou que tivesses formado a Terra e o mundo, sim, de eternidade a eternidade Tu és Deus." Salmo 90:2.

2. Há aqueles que nos dizem não crer na existência de Deus simplesmente porque nenhum homem que agora existe jamais viu um tal Ser. Em outras palavras, querem fazernos crer que apenas acreditam naquilo que têm a capacidade de ver. Contudo, a experiência humana diariamente nos ensina que na verdade cremos numa grande quantidade de coisas que não vemos, nem entendemos. Tomemos, por exemplo, a gravitação, a eletricidade, o ar, o pensamento. Ninguém jamais viu essas forças, e não sabemos que existem em razão do que elas realizam. As Escrituras declaram:

- "Os céus proclamam a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das Suas mãos." Salmo 19:1.

Isto quer dizer que ao vermos Suas obras criadas podemos claramente ver e compreender que deve haver um Ser invisível, ou seja, Deus, que trouxe todas essas coisas à existência. Para ilustrar: compreendemos que há um piloto realizando inscrições no céu ao vermos palavras escritas com fumaça, mesmo que nossos limitados sentidos sejam incapazes de penetrar a distância para ver quem está realizando o trabalho. Em ambos os casos descrer seria inescusável.

Evidências nos Céus

3. Há evidência tão abundante e conclusiva, nos céus, da existência de um Ser Supremo, que nenhuma pessoa isenta de preconceitos pode negar coerentemente o fato. 0 sublime panorama dos corpos celestes em sua ordeira órbita no espaço infinito testifica da Divindade. Declara o profeta:

- "Levantai ao alto os vossos olhos, e vede: quem criou estas coisas? Foi Aquele que faz sair o exército delas segundo o seu número; Ele as chama a todas pelos seus nomes; por ser Ele grande em força e forte em poder, nenhuma faltará." Isaias 40:26.

4. Nossas mentes finitas são incapazes de compreender a vastidão do Universo. Os astrônomos nos dizem que todos os grãos de areia em todas as praias do mundo dificilmente igualariam o número das estrelas rio Universo. Um destacado astrônomo americano calcula haver 200 bilhões de galáxias, cada uma das quais contém bilhões de estrelas e sóis. Todas essas estrelas estão em contínuo movimento. Inumeráveis bilhões desses sóis ardentes encontram seu caminho num espaço ilimitado, órbita cruzando órbita como os elos de uma corrente, mas sem qualquer conflito ou colisão! Que Gênio da matemática concebeu, planejou, fez e coordenou todos esses mundos?

- "Diz o néscio no seu coração: Não há Deus." Salmo 14:1.

Alguém assim pode atribuir a existência desse infinitamente complexo Universo ao acaso, mas o acaso não pode inventar, organizar ou planejar. O acaso não pode sequer fabricar um relógio. Cada pequena argola, mola, rubi ou parafuso no relógio tem seu lugar. Pudéssemos colocar as peças de um relógio - suas molas, parafusos e argolas - num recipiente, e agitaIas vigorosamente por um milhão de anos, essas partes jamais por si mesmas se transformariam num relógio. Somente uma mente experiente e mãos destras podem reunir essas partes. Um destacado comerciante, artesão de cutelaria, que havia abandonado a destrutiva influência do ceticismo e se tornara um firme e ardente crente na existência de Deus, foi convidado a dar uma razão para sua firme e forte fé no Deus da Bíblia. Eis o modo como se expressou:

5. "Leva dois dias para que uma jovem em nossa fábrica aprenda a reunir as 17 partes de um cutelo para cortar carne. Pode ser que esses milhões de mundos, cada um com sua órbita em separado, todas equilibradas tão maravilhosamente no espaço - pode ser que apenas vieram a ocorrer, pode ser que por um bilhão de anos de girarem ao acaso tenham finalmente se organizado. Não sei, sou apenas um fabricante de cutelaria. Mas uma coisa eu sei - você pode agitar as 17 partes de um cutelo de cortar carne num tubo pelos próximos 17 bithões de anos e jamais conseguirá um cutelo de cortar carne com isso."

6. Um famoso físico que crê em Deus nos assegura que sua fé é uma coisa muito real para ele. Respondendo sua própria pergunta sobre o que vem a ser fé, ele declara:

"Para mim, a fé começa com o reconhecimento de que uma Suprema Inteligência trouxe o Universo à existência e criou o homem. Não me é difícil ter essa fé, pois é inegável que onde há um plano, há inteligência - e um Universo harmonioso e infinito testifica da verdade da mais majestosa declaração jamais proferida: 'No princípio ... Deus. . .' . Quandoo homem chega ateresta fé, ele descobre uma chave para maior felicidade e progresso."

7. Como o grande Criador que sustém esses mundos inumeráveis em seu curso harmonioso pode ao mesmo tempo preocupar-se com os milhões de seres humanos neste minúsculo planeta, que é o nosso, cuidando, guiando e protegendo a todos, está além de toda compreensão, mas e uma

inegável realidade. Diz Davi, o salmista:

- "Quando contemplo os Teus céus, obra dos Teus dedos, a Lua e as estrelas que estabeleceste, que é o homem, para que Te lembres dele? e o filho do homem, para que o visites? Contudo, pouco abaixo de Deus o fizeste; de glória e de honra o coroaste." Salmo 8:3-5.

Não é um tal Criador e Benfeitor digno de nossa adoração e amor?

 

Evidência Sobre a Terra

 

8. Em nosso pequeno mundo abundam as provas da existência de Deus. Para ilustrar: há leis que determinam o clima, as estações, o tempo. Leis inexoráveis reinam na vida animal e vegetal, na Química e Física. Há leis governando a luz, a cor, e o som. Desenho e simetria são discerníveis em cada flor, folha e lâmina de capim.

Tome-se, por exemplo, o milho que cresce em fileiras longitudinais na espiga. Sabia que suas fileiras são sempre pares em número, sejam oito, dez, doze ou quatorze, etc? Você nunca encontrará uma espiga tendo um número ímpar de tais fileiras. A natureza inanimada não pode contar. Quem, então, pôde ter planejado tal arranjo se não a mente do Infinito?

9. Considere os minúsculos cristais de neve, com suas graciosas filigranas, os delicados enfeites em suas extremidades e curiosos pontos e orifícios, tudo arranjado em perfeita ordem em torno de um centro. Como pode alguém explicar o fato de que os flocos de neve são quase sempre hexagonais em formato - seja com seis lados ou seis raios? 0 professor Wilson A. Bentley, autoridade em flocos de neve e pioneiro em fotografia de cristais de neve, fotografou pelo menos 5000 flocos e nunca encontrou dois que fossem exatamente iguais!

Cinco mil flocos de neve e cada um com diferente desenho! Mas o que são cinco mil flocos de neve entre os inumeráveis cristais de neve que, caindo silenciosamente, cobrem campos e cumes de montanhas, alimentando rios glaciais?

Artistas e desenhistas utilizam essas fotografias de cristais de neve para copiarem padrões; joalheiros as usam para modelarem joalheria e trabalhos delicados de acabamento; artesãos em metal, para prepararem decorações especiais como rendilhado em janelas; cientistas, para estudarem o tempo, as nuvens e a neve. Amantes da beleza encantam-se com sua simetria e graciosa arte.

Quando solicitado a dar uma explicação para a transcendente beleza desses cristais, Wilson Bentley respondeu: "Somente o Artista que os desenhou e modelou pode saber como são feitos." - Our Wonderful World, pp. 52, 53, Francis Jenkins Olcott.

10. Não importa se estudamos um sol distante mediante o telescópio ou uma diminuta célula por meio de um microscópio, encontraremos lei, desenho e propósito em cada átomo no espaço infinito. Os prótons e elétrons no menor dos átomos são governados por leis como também os grandes astros no espaço distante. Onde quer que haja uma lei, deverá necessariamente haver um legislador.

Muitos cientistas concordam ser impossível explicar a essência e comportamento da natureza à parte de Deus. Dr. W. R. Whitney, preeminente cientista e mago da eletricidade, declarou certa feita:

"'É por demais claro, não importa o que seja, a eletricidade parece ser a última essência de tudo o mais de que são feitas todas as coisas, e pela qual a maioria dos processos ocorre.'

"'E essa última essência, propriamente?' eu pergunto.

"'Temos nossas teorias,' respondeu o cientista, 'mas não podem ser provadas.' Ele apanhou de sua mesa um pequeno magneto. 'Aproxime isso de uma agulha metálica e a agulha pulará na direção do magneto. Ninguém sabe por que, mas temos desenvolvido nossas elaboradas explicações. Falamos de linhas de força, traçamos um diagrama do campo magnético. Sabemos que não existem linhas ali, e "campo" é apenas uma palavra para acobertar nossa ignorância.'

"Ele colocou o magneto sobre uma base de madeira na qual havia fixado outro magneto, e o magneto que estava em cima flutuou no espaço cerca de 1,5 centímetros acima da base.

11. "'O que o sustenta? Sir Oliver Lodge declara que é o éter, que a tudo envolve. Mas Albert Einstein nega haver qualquer coisa como éter. O que é certo? Digo que o magneto flutua no espaço pela vontade de Deus. O magneto repele outro magneto pela vontade de Deus. E nenhum homem hoje pode dar uma resposta mais precisa.-

0 diretor de uma instituição de pesquisa biológica declarou muito bem:

"Ver a Deus no Universo não é mais difícil do que ver elétrons ali"; enquanto Louis Pasteur, o cientista francês e pai da bacteriologia, afirmou:

"A posteridade um dia se rirá da sublime loucura da filosofia materialista. Quanto mais eu estudo a Natureza, mais impressionado fico com a obra do Criador. Eu oro ao trabalhar em meu laboratório."

12. Um astrônomo tinha um conhecido que era incrédulo e a quem desejava convencer da existência do Criador. A fim de conseguilo, ele procurou um belo globo com satélites ao redor. Pouco antes desse amigo cético ingressar na sala, Kircher ligou o aparelho e o pôs em movimento. Após olhá-lo com admiração por um pouco, o cético indagou: "Quem fez isso?" O astrônomo respondeu-lhe na mesma moeda: "Ninguém o fez. Isso veio à existência por mero acaso. Foi sem dúvida produzido por forças inerentes." "Absurdo!" respondeu o cético. E logo foi-lhe lembrado que ele se havia condenado a si mesmo.

13. "Ninguém," disse o Prof. Denison Olmsted. "pode ser um amante da Astronomia e um ateu ao mesmo tempo." Joseph Addison escreveu:

"O espaçoso firmamento nas alturas, Com todo o céu azul e infinito,

E pontilhados céus, uma brilhante estrutura

Seu grande Original proclama: O incansável Sol, dia após dia Revela o poder de seu Criador, E proclama a toda Terra

A obra de uma Todapoderosa mão."

 

Deus e a Natureza

 

14. O sábio aconselhou:

"Vai ter com a formiga, ó preguiçoso, considera os seus caminhos e sê sábio." Provérbios 6:6.

Quem pode explicar as maravilhas do comportamento animal? O homem inventou uma palavra para isso - "instinto." Mas o que vem a ser "instinto"? Ninguém sabe. Quem dotou a formiga de sabedoria superior, tornando-a um dos primeiros construtores de mina do mundo? Quem tornou possível à humilde aranha dágua ser um dos maiores engenheiros hidráulicos? A aranha dágua constrói seu ninho sob a água, prendendo-o a uma rocha, tronco ou galho, com a abertura do ninho dirigindo-se para baixo. A fim de forçar a água para fora desse ninho diminuto, a aranha traz pequenas bolhas dágua para dentro dele. Ela repete essa operação até que toda água tenha sido eliminada do ninho e está pronta para a deposição de seus ovos. Quem ensinou a aranha que o ar expelirá a água de seu ninho? Como a aranha foi capaz de discernir esse fato científico milhares de anos antes que Arquimedes o descobrisse?

Outro tipo de aranha constitui um dos maiores engenheiros civis. Ela ergue uma concha, seguramente cem vezes o seu peso, até um galho 18 polegadas acima do chão. Como ela realiza esse feito de engenharia é realmente uma maravilha das maravilhas! Ela primeiro inclina a concha para baixo a fim de escorrer a água que possa haver nela; então estende uma teia da concha ao galho. Ateia encolhe ao secar e assim ergue a concha para um pouco mais perto do galho. A aranha então estende outra teia, e ainda outra, cada fio erguendo a concha um pouco mais até que esta fica suspensa e presa ao galho.

As abelhas estão entre os maiores engenheiros sanitários. Quando um rato invadelhes a colmeia, elas o picam até a morte; mas como são vegetarianas, não se alimentam com a carcaça do animal. A fim de impedir que a decomposição do cadáver contamine toda a colmeia, cobrem-no muito bem com uma cera especial e o trabalho é realizado com tanta perfeição que nem o mais leve odor ou sinal de decomposição se farão notar depois. Quem ensinou a essas abelhas e deu-lhes tão extraordinária sabedoria? O mesmo Deus que ordena a Seus filhos: "Sede limpos."

 

Evidências no Corpo Humano

 

15. O homem tem dentro de si uma verdadeiramente completa "Feira Mundial"

que em muito excede as maravilhas de famosas feiras mundiais como as de Chicago ou Nova Iorque. Se o corpo humano vivo pudesse ser ampliado um milhão de vezes, que misteriosos processos contemplaríamos, tais que superariam a imaginação! É-nos dito que os tecidos de nosso organismo são compostos de cerca de 28 bilhões de células e que cada célula e tecido requer alimento para o metabolismo. Acaso o homem conscientemente contribui em algo para a realização cesse estupendo processo? Não, nem mesmo na mínima escala. Tudo quanto o homem faz é prover-se de comida e mastigála. O estômago, intestinos, fígado, nervos, coração, sangue, e linfa fazem o resto. O sangue entrega o nutriente para cada uma desses muitos bilhões de células, e o organismo faz o resto formando ossos, nervos e músculos. Estranho como possa parecer, o estômago sabe mais sobre alimentos do que o próprio homem. Quão freqüentemente ele expele alimento não-saudável como se protestando violentamente contra o abuso.

16. É fascinante observar como o corpo reage rapidarnente contra a doença quando algum tipo de distúrbio ocorre. Um alarme é imediatamente enviado do nervo central no cérebro, pondo em ação urgente novas atividades no organismo em seu esforço para superar a dificuldade. Quantidades de células brancas são rapidamente fabricadas na medula dos ossos, e essas células partem para prevenir qualquer avanço maior do germe invasor. Forças restauradoras estão em ação e o processo de cura teve início. De onde o corpo humano obtém esse poder para restaurar-se a si mesmo? Nas palavras da Escritura:

- "Quem pôs sabedoria nas entranhas? ou quem deu entendimento ao coração?" Jó 38:36 (versão inglesa).

17. Num discurso perante a reunião anual da Sociedade Médica dê Massachusetts sobre "A Sabedoria do Corpo," registrado pelo New England Journal of Medicine, de 18 de novembro de 1937, o Dr. R. C. Cabot, deão dos médicos de Boston e professor emérito de Medicina Clínica da Escola Médica de Harvard, enumerou muitas das misteriosas funções e processos do organismo que nenhum cientista compreende ou pode explicar, particularmente aquelas forças e processos que são sintetizados na expressão, "0 Poder Curativo da Natureza."

"Mas o que é Natureza?" ele perguntou. "Quais são as características desse poder? O primeiro é sua sabedoria sobre-humana. De onde provém essa força? Onde recebemos essa substância curativa em nossos tecidos? Não vejo por que não deveríamos chamála por seu nome natural. . . . É perfeitamente óbvio tratar-se de Deus. É do poder de Deus que cada um aqui presente depende hoje. . . . A profissão médica tem aprendido ao estudar a enfermidade, mais sobre o significado desta palavra [Deus] do que a vasta maioria das pessoas ditas religiosas. Por que não declarar esta verdade, em vista de ser verdade?"

18. O olho humano é uma maravilhosa câmara fotográfica constantemente enviando mensagens fotográficas ao cérebro. O ouvido é um ultra-sensível aparelho de som, capaz de reconhecer uma voz familiar entre um milhar. E o que não se poderia dizer do sistema nervoso com seus milhões de minúsculos terminais nervosos alcançando todas as partes do corpo, levando mensagens à estação central, o cérebro. Quem e capaz de resolver os mistérios da mente humana, da personalidade e destino do homem? Não admira que o inspirado salmista haja exclamado:

- "De um modo tão admirável e maravilhoso fui formado." Salmo 139:14.

19. Sendo que Deus dedicou tanta imaginação ao criar o homem, seria razoável supor que Ele negligenciará o cuidado dele? É você às vezes tentado a pensar que Ele não cuida de você e o esqueceu? Ouça o que Ele tem a dizer com respeito a isso:

- "Pode uma mulher esquecer-se de seu filho de peito, de maneira que não se compadeça do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse, Eu, todavia, não Me esquecerei de ti." Isaías 49:15.

 

Deus, um Ser Pessoal

20. Há aqueles que têm dificuldade em imaginara Deus como um Ser real e pessoal. Estes mantêm fantasiosas noções a respeito dEle e de Sua revelação sobre Si mesmo feita nas Escrituras. Lemos em Gênesis 1: 26, 27 que o homem foi criado "à imagem de Deus." Nenhum artista pode transmitir à sua obra aquilo que ele próprio não possui, vê ou experimenta. Pode uma pessoa daltônica, por exemplo, pintar um pôr-de-Sol? Foi Deus quem deu ao homem um corpo, e Ele declara que fez o homem a Sua própria imagem. Note o que o Senhor declarou a respeito de Si mesmo em resposta ao apelo de Moisés para que pudesse contempiá-lO:

- "Não poderás ver a Minha face, porquanto homem nenhum pode ver a Minha face e viver. Disse mais o Senhor: Eis aqui um lugar junto a Mim; aqui sobre a penha te porás. E quando a Minha glória passar, Eu te porei numa fenda da penha, e te cobrirei com a Minha mão, até que Eu haja passado. Depois, quando Eu tirar a mão, Me verás pelas costas; porém a Minha face não se verá." Êxodo 33:20-23.

Na passagem citada, Deus nos fala que tem face, mão e costas. Lemos que o Senhor proferiu os Dez Mandamentos em voz audível no Monte Sinai. Êxodo 20:1-19. Posteriormente Ele escreveu os Dez Mandamentos com Seu dedo sobre duas tábuas de pedra. Êxodo 31:18.

 

21. A Bíblia também declara que Deus possui atributos pessoais. Citamos:

- "Tendo o Senhor passado perante Moisés, proclamou: Jeová, Jeová, Deus misericordioso e compassivo, tardio em irar-Se e grande em beneficência e verdade; que usa de beneficência com milhares; que perdoa a iniqüidade, a transgressão e o pecado; que de maneira alguma terá por inocente o culpado." Êxodo 34:6, 7.

Somente um Deus pessoal pode possuir tais atributos.

Deus está diariamente, em mil e uma maneiras, empenhando-Se em demonstrar Seu amor e misericórdia para com Suas criaturas. A maravilhosa adaptação da Natureza às necessidades humanas é uma expressão de Seu amor. Cada refeição de que participamos e desfrutamos deveria declararnos que "Deus é amor." Cada pássaro que enche o ar de música com seus alegres gorjeios proclama, "Deus é amor." O céu azul, o cálido brilho do Sol, a chuva refrigerante, os gloriosos ocasos, as inumeráveis bênçãos materiais que são nossas todos os dias, tudo dá testemunho do fato de que "Deus é amor."

22. Mas a natureza, maculada como está pelos efeitos do pecado, não representa perfeitamente o caráter de Deus. Muitos estão hoje jornadeando sem mapa ou bússola, confusos e temerosos, sem conhecer paz mental ou descanso para a alma, e tudo porque jamais aprenderam a conhecê-lO. Muitos há cuja linguagem é aquela de Jó, em aflição: "Ah, se eu soubesse onde en-contrá-lO!" Jó 23:3.

 

Familiarize-se Com Ele

23. É este o clamor de seu coração, prezado leitor? Anseia em conhecer Aquele que é "o primeiro entre dez mil,'' e "totalmente desejável"? Cântico dos Cânticos, 5:10, 16. É desejo de seu coração tornar-se familiarizado com Aquele cujas maravilhosas obras na terra, mar e céu falam tão eloqüente e persistentemente que "Deus é amor?" Ouça: Você pode ter um encontro diário com seu Pai celeste nas páginas de Seu Livro - as Santas Escrituras. Seja qual for sua condição, seu dilema ou perplexidade, há auxílio para você na Bíblia. Suas mensagens serão como remédio para sua alma atribulada. Ali encontrará conforto e somente ali terá descanso. Assim, permita que Deus lhe fale através dessas páginas sagradas. Permita-Lhe sussurrar-lhe Seus segredos pessoalmente, e enquanto ler terá uma melhor compreensão de Seus planos amoráveis e Seus propósitos a seu respeito. E ao ser sua alma alçada acima dos diários sofrimentos e perplexidades a uma esfera de paz real, Você também será capaz de dizer por experiência própria - "Deus é amor."

Assim sendo:

- "Apega-te, pois, a Deus, e tem paz, e assim te sobrevirá o bem. Jó 22:21.

 

INSTITUTO DA HERANÇA JUDAICA

Caixa Postal: 60836 - AG. C. Limpo

CEP  05788-360  /  São Paulo - SP

 

HOME